Como o seu eu interior pode influenciar nos seus relacionamentos amorosos ?

Umas das coisas que sempre acabamos nos questionando, mesmo que de forma inconsciente é a questão da felicidade.

Você já parou para pensar nas coisas que te fazem realmente bem? A mais pura e simples forma de felicidade?

Por acaso o seu relacionamento vem a sua mente quando você pensa nesse assunto?

Qual é a sua resposta? Acho mais importante do que isso, é se questionar se você faz alguma coisa para que a sua vida seja plena e feliz.

Se você já percebeu que precisa mudar os hábitos do seu relacionamento para que a felicidade volte a ser algo corriqueiro na sua vida, continue a ler esse artigo, pois aqui eu vou falar como o seu interior pode influenciar no seu relacionamento e como fazer com que isso mude o seu estado de felicidade.

Uma das coisas que você precisa ter em mente é que a felicidade não vem uma pílula mágica.  

Infelizmente as coisas não acontecem de uma hora para a outra. A felicidade é algo que precisa ser lapidada todos os dias para que a sua base nunca se enfraqueça.

A forma que você enxerga a sua vida, as experiências que moldaram a sua personalidade são fundamentais para o estabelecimento do significado de ser feliz, tanto no ramo da sua vida amorosa como na profissional.

E falando sobre isso, conseguimos ter a visão de que a felicidade é sentida de diferentes formas por cada pessoa.

Porque além  de todos os fatores que pode influenciar a sua forma de sentir, temos personalidades e jeitos diferentes de absorver tudo que está a nossa volta.

Há certas experiências que nos fazem sentir emoções de maneiras mais intensas e outras de formas não tão significativas assim.

Eu digo isso porque, quando estamos em um relacionamento, queremos e esperamos que o nosso parceiro pensa e realize certas coisas da mesma maneira que nós.

Muitas vezes queremos que ele sinta o que também estamos sentindo, na mesma intensidade e momento.

Só que isso nem sempre acontece, porque somos diferentes um dos outros. O nível de felicidade de cada um é diferente. Certas coisas fazem com que você se sinta altamente feliz, mas outras muitas vezes não causam uma euforia tão grandiosa.

E quando esses variados níveis de felicidade acontecem com você, desmerecem os sentimentos que você está sentindo?

De maneira alguma!

Todos os seus e os sentimentos do seu parceiros são de extrema importância tanto para desenvolvimento pessoal como para desenvolvimento entre os casais.

O que não pode acontecer na sua relação, é que você ou o seu parceiro parem de praticar e exercitar a felicidade no relacionamento. A felicidade leva tempo e precisa ser constantemente praticada.

Por mais que você sinta que o seu parceiro nem sempre ativa a sua felicidade com coisas que te deixam extremamente feliz, não deixe que isso desanime a relação.

Tente achar algo que o seu parceiro expresse a sua felicidade, em vez de desistir da felicidade que o seu parceiro pode compartilhar com você. E mostre a ele que ele também deve trabalhar pela a sua felicidade.

Isso é o que estrutura um relacionamento e faz com que ambos trabalhem sempre para o desenvolvimento da felicidade dos dois lados. Quando o casal está satisfeito pessoalmente, toda essa calmaria e plenitude se transpassa para a relação.

Basicamente o que eu quero te mostrar é que para que você consiga ter uma felicidade plena em seu relacionamento, é preciso que a sua vida pessoal esteja resolvida e a caminho de sua verdadeira felicidade.

Isso porque…

Quando estamos felizes em um relacionamento e em paralelo nossa saúde mental está contribuindo para que todos os outros âmbitos também estejam equilibrados. Tudo acaba se harmonizando e contribuindo para que a sua felicidade seja estabelecida em você mesmo.

Em primeiro lugar é preciso que você tenha em mente que, a sua felicidade é você que a faz. Ou seja, ninguém além de você mesmo e a sua mente são capazes de fazer você se sentir diferente do que realmente está sentido.

Por que eu digo isso? Por que se às suas tristezas internas forem muito profundas, dificilmente algo externo conseguirá cobrir essas suas emoções.

Mas isso não significa que você não poderá sentir emoções positivas ou que não sentirá momentos de alegria mesmo que às suas verdadeiras emoções não sejam tão alegres assim.

Mas mesmo que o seu interior não esteja suscetível a receber boas energias, acaba que quando todo o seu retorne te desenvolve a trabalhar coisas positivas a sua saúde mental consegue fazer os seus sentimentos se tornarem mais suaves.

Somos o que somos e nossa ações bem como nossas palavras formam a interpretação que passamos para as pessoas que estão próximas a nós.

Acaba sendo mais fácil focar sua atenção em coisas boas do seu dia-a-dia. Ainda mais quando o seu relacionamento está muito desgastado e enfraquecido com tantas discussões que ocorreram.

É de extrema importância para o relacionamento que você e seu parceiro, demonstram vontade em se reconectarem novamente.

Que seja visível o interesse de ambos em relação  a vida de seu companheiro, não só pelo dia-a-dia mas pelas experiência, pensamentos e sentimos do parceiro.

Mostre um interesse verdadeiro no que seu parceiro possa compartilhar com você, aproveite esses momentos para se conectar afetivamente com o seu parceiro e com a relação que vocês possuem.

Minha sugestão…

O foco do programa Casais Que Dão Certo é estruturar novamente uma relação de respeito e companheirismo, mesmo que o casamento não pareça mais ter solução.

Pode parecer ser um caminho difícil, mas com um trabalho em equipe, tudo se torna possível!

Tire um tempo em conjunto com o seu parceiro para que reflitam sobre os pontos negativos, mas também os positivos que estão sendo desenvolvidos no seu relacionamento.

Com amor,